Destaque Palavra do Bispo

Dom Romualdo Matias Kujawski, fala sobre a 56.ª Assembleia Geral da CNBB, em Aparecida-SP (Abril de 2018)

Mensagem sobre a 56.ª Assembleia Geral da CNBB, em Aparecida-SP (Abril de 2018)

Prezados Sacerdotes, Diáconos, Seminaristas, Religiosos, Religiosas, Povo de Deus,

Paz e Bem!

Tenho a impressão de que este ano está passando muito rápido. Já estamos quase às vésperes da Solenidade de Pentecostes. Gostaria de partilhar, nesta reflexão, os assuntos abordados em nossa última Assembleia da CNBB.

Os pontos mais relevantes de nossa discussão foram os seguintes:

  1. A princípio trabalhamos o documento sobre a formação dos Seminaristas, para a elaboração das novas Diretrizes para a formação dos Presbíteros na Igreja do Brasil. Ao meu ver, este documento atualiza a Exortação Apostólica “Pastores dabo vobis” ,de São Joao Paulo II, no sentido de destacar a importância da formação integral dos futuros Sacerdotes. Destaca-se a importância de se trabalhar a formação conjunta do intelecto, a espiritualidade, a pastoral e a formação humano-afetiva. Também é necessário destacar a urgência de trabalhar com os novos meios da comunicação.
  2. Tendo em vista à proximidade das Eleições Gerais do ano de 2018, os Bispos encaminharam ao Povo Brasileiro uma mensagem sobre a importância do papel do eleitor, na possibilidade de renovar reciprocamente o compromisso e a esperança pela Pátria. Que o voto seja consciente! Não se deve votar nos candidatos que não apresentam claro e real programa de gestão, assim como naqueles que não se encaixam na Lei da ficha limpa ou mostram qualquer suspeita de honestidade.
  3. Outra mensagem ao Povo de Deus trata sobre a própria identidade da Conferência dos Bispos do Brasil. A CNBB não é uma organização político-partidária ou sindical dentro da Igreja. Conforme do documento do já mencionado Santo Papa Joao Paulo II “Christus Dominus” as Conferencias Nacionais dos Bispos tenham seu objetivo fraterno – pastoral de convivência de unidade com Sumo Pontífice e de reflexão pastoral urgente sobre os problemas nos determinados Regiões. Nas questões sociais o Evangelho e a Doutrina Social da Igreja é a única referência do posicionamento da determinada Conferencia. Neste contexto a CNBB recusa-se de dar apoio ao qualquer corrente político no Brasil, reservando somente pra se a avaliação ético-religiosa da situação.
  4. Os Bispos da Amazônia Legal, em conjunto com os Bispos da região Amazônica da Venezuela, Colômbia, Equador, Peru e Bolívia, têm a tarefa de preparar o Sínodo sobre Amazônia, que será realizado em Outubro de 2019, em Roma. Atualmente, observando a metodologia “Ver-Julgar-Agir”, estamos na fase do “Ver”, observando aos olhos de Nosso Senhor a realidade que nos cerca. O Cardeal D. Cláudio Hummes nos lembrou que o Papa Francisco está esperando propostas novas e corajosas. Neste contexto, a próxima fase preparatória vai ser realizada na cidade de Manaus-AM, nos dias 20-22 de Agosto deste ano. Participarei nesta reunião como Bispo convocado para o Sínodo. Que o Espírito Santo nos ilumine nessa tarefa. Peço, então, vossas orações.
  5. Outro assunto que tratamos foi sobre a dimensão administrativa, em vista da gestão em nossas Dioceses, principalmente no contexto da proliferação de muitas “Fake News”, mostrando até hostilidades contra Igreja Católica.

Na expectativa da festa de Pentecostes, somos convidados a abrir nossos corações ao Espírito Santo, para que fortalecidos por Ele, sejamos capazes de amar ainda mais uns aos outros e nossa Santa Igreja.

Recordo aqui algumas palavras do Frei Raniero Cantalamessa, Pregador Oficial da Casa Pontifícia: “Deus nos chama a atuar em nossa vida a mesma conversão: de nós mesmos a Deus, da pequena unidade que é a nossa paróquia, o nosso movimento, a nossa própria Igreja, à grande unidade que é aquela do corpo inteiro de Cristo, ou seja, a humanidade inteira”.

Nossa realidade Diocesana nos fazer voltar os olhos às “Folias do Divino Espírito Santo.” Que as folias existentes em nosso vasto território diocesano sejam verdadeiramente uma grande oportunidade de levar nossas ovelhas a um autêntico encontro pessoal com Jesus Cristo, nosso Senhor.

Que Nossa Senhora das Mercês, nossa Padroeira da Diocese de Porto Nacional, interceda por cada um de vocês,

Com minha bênção episcopal,

Dom Romualdo Matias Kujawski
Bispo Diocesano de Porto Nacional

PALAVRA DO BISPO

Dom Romualdo

Nomeado Bispo Diocesano de Porto Nacional 04 de Novembro de 2009.
Lema de seu episcopado.
STATE IN FIDE
" Estejam vigilantes, mantenham-se firmes na fé, sejam homens de coragem, sejam fortes."1Cor, 16,13

Agenda Diocesana

setembro 2018

dom seg ter qua qui sex sáb
1
  • Crisma
2
  • Missa do encerramento - RCC
3
  • Conselho Presbiteral
4
  • Reunião dos Bispos de Norte3
5
  • Reunião dos Bispos de Norte3
6
7
  • Ordenação do Diác. Leandro
8
9
  • 1 Eucaristia e Crisma
  • Abertura
10
11
12
13
14
  • EDJA dos Jovens
  • GT
15
  • EDJA dos Jovens
16
  • EDJA dos Jovens
17
18
19
20
  • Crisma
21
22
  • Conselho Pastoral
23
  • Crisma
24
25
26
27
28
29
30

FACEBOOK

Share This
Assine a nossa newsletter

Assine a nossa newsletter

Junte-se à nossa lista de correspondência para receber as últimas notícias e atualizações de nossa equipe.

You have Successfully Subscribed!