Destaque Palavra do Bispo

OUTUBRO, MÊS DO ROSÁRIO, DAS MISSÕES, DA COMUNICAÇÃO…

Não sei se esgotei todos os atributos do mês de Outubro. Mas, seria interessante refletir neste mês mais uma vez sobre o “Manto Materno” de Maria, principalmente no contexto dos trezentos anos do encontro da imagem de Nossa Senhora em Aparecida, no Brasil.

Deixo uma pergunta para nortear nossa análise: Como Maria está marcando a nossa fé?

As minhas reflexões se baseiam no conteúdo do retiro espiritual oferecido aos Bispos do Brasil, durante a Assembleia da CNBB/2017. Que as pontuações apresentadas abaixo fortaleçam o nosso caminho de fé, junto com Maria, Mãe do nosso Salvador.

• Ela é o grande e duradouro dom de Jesus para nós;
• A Assunção de Nossa Senhora não a removeu do âmbito da humanidade, não a divinizou. Santificou-a, sim; mas não mudou a sua natureza;
• São Bernardo constata nos seus sermões: “Em louvor da Virgem Mãe ‘Respice stellam, invoca Mariam’: “Se os ventos das tensões surgirem, se encontrares os rochedos das tribulações, olha para a estrela, invoca Maria. Se fores abatido pelas ondas do orgulho, da ambição, da maledicência, da rivalidade, olha para a estrela, invoca Maria. Se ira ou avareza, ou desejos desordenados castigaram o navio de tua mente, olha para estrela, invoca Maria. Se preocupado com tamanho de teus crimes, confuso com a consciência de teu grande erro, aterrorizado pelo medo da justiça divina, começas a ser engolido no abismo da tristeza, e na voragem do desespero, pensa em Maria. Nos perigos, nas angústias, nas incertezas pensa em Maria, invoca Maria. ”
• Jamais se ouviu dizer que alguém buscasse sua ajuda, pedisse sua proteção ou suplicasse sua intercessão e não fosse atendido. (São Bernardo);
• A ladainha lauretana é talvez a mais impressionante formulação verbal da fé do povo cristão na intercessão de Maria;
• Maria inicia o seu ministério da intercessão nas bodas de Caná de Galileia – “Fazei tudo o que ele vos disser” (Jo 2,5);
• Maria figura da Igreja: “Mater Dei et mater mei” (Mãe de Deus e também minha Mãe);
• Maria “materniza” Cristo em nós, “forma” Cristo em nós continuando a cumprir em cada cristão aquilo que ela primeiro fez por seu primogênito.

Volto, então, à pergunta inicial: como Maria está marcando a nossa fé?

Deixo um caminho muito simples, como alternativa para essa questão: Talvez conseguiremos encontrar consolo na oração do Rosário, durante esse mês de Outubro. Este Rosário iluminará também o espírito das missões católicas, o espírito da verdadeira e honesta comunicação e vai nos fortalecer na “aventura” da fé e conversão pessoal a Jesus Cristo e a sua santa Igreja. Encerro essa reflexão com as palavras do Papa emérito Bento XVI, que nos ensina: “O Rosário é oração bíblica, toda tecida da Escritura Sagrada. É a oração do coração, em que a repetição da Ave-Maria orienta o pensamento e o afeto para com Cristo, tornando-se súplica confiante na nossa Mãe”.

Porto Nacional, 1.º de Outubro de 2017.

D. Romualdo Matias Kujawski
Bispo Diocesano

PALAVRA DO BISPO

Dom Romualdo

Nomeado Bispo Diocesano de Porto Nacional 04 de Novembro de 2009.
Lema de seu episcopado.
STATE IN FIDE
" Estejam vigilantes, mantenham-se firmes na fé, sejam homens de coragem, sejam fortes."1Cor, 16,13

Agenda Diocesana

julho 2018

dom seg ter qua qui sex sáb
1
2
3
4
5
6
  • Ord. Presbiteral de Diác. Douglas
7
8
  • Crisma
  • Crisma
9
10
  • Admissão do Guilherme
11
12
13
  • XVI Congresso do ECC
14
  • XVI Congresso do ECC
15
  • XVI Congresso do ECC
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31

FACEBOOK

Share This
Assine a nossa newsletter

Assine a nossa newsletter

Junte-se à nossa lista de correspondência para receber as últimas notícias e atualizações de nossa equipe.

You have Successfully Subscribed!