VATICANO

VATICANO

CNBB

REGIÃO NORTE 3

Maria: A Filha fiel da Palavra de Deus

Todos os anos a Igreja nos chama a reflexão sobre a importância da Palavra de Deus em nossa vida. Olhando na história da salvação, encontramos em Maria a fiel testemunha da palavra de Deus.

 

Maria  foi a primeira a sumir a palavra em sua vida. Essa atitude levou a Mãe do Salvador a ser exaltada não para ser igual ao seu Senhor, mas para nos mostrar que quando assumimos e aceitamos a palavra em nossas vidas, Deus nos cumula de inúmeras graças.

 

O silencio expressou a total confiança desapegada de uma mulher, que em seu tempo soube corresponder de forma confiante ao chamado do Senhor, e que não colocou restrições para cumprir a palavra “Eu sou a serva do Senhor; faça-se em mim segundo a sua palavra!” (Lc 1,38).

 

Maria é a companheira da Paixão de Cristo. Ela esteve presente em toda a vida de seu Filho, sobretudo, quando todos o abandonaram. Maria permaneceu em pé junto a Cruz. A fidelidade da Mãe de Deus perpassa a capacidade humana de compreender.

 

Surgem então a seguinte pergunta: Qual mãe conseguiria ver seu filho sendo torturado, humilhado e morto em uma cruz? Essa pergunta, uma vez feita sobre um olhar meramente humano não teria outra resposta a não ser a reação do instinto materno em defender a vida daquele que gerou. Mas, se essa mesma pergunta for feita diante da Fé, certamente conseguiremos compreender as palavras de Simeão “E a ti, uma espada traspassará a tua alma! – para que se revelem os pensamentos íntimos de muitos corações” (Lc 2, 35).

 

Assim, busquemos na Estrela da Nova Evangelização a graça de sermos autenticas testemunhas da palavra, e por esta palavra cantarmos “A minha alma engrandece o Senhor e meu espírito exulta em Deus em meu Salvador” (Lc 1, 47). Agindo assim, corresponderemos de forma fiel a palavra do Senhor em nossa vidas.

 

 

ASSINE NOSSA NEWSLETTER