VATICANO

VATICANO

CNBB

REGIÃO NORTE 3

“É impossível descrever os traços da Virgem”

Marta Robin (1902-1981), cofundadora, junto ao Padre Georges Finet, dos Foyers de Charité (Lares de Caridade)(1) e reconhecida Venerável pelo Santo Padre, em novembro de 2014, recebeu inúmeras visitas da Virgem Maria, no seu pequeno quarto, na fazenda de la Plaine, em Châteauneuf-de-Galaure (Drôme, França). Eis de que forma ela descreve a Virgem Santíssima:

“É impossível descrever os traços da Virgem Maria, porque eles são todos perfeitos. Seu rosto é de uma beleza incomparável. Docemente luminoso, nada de resplandecente, mas é mais belo. A Virgem me deixa maravilhada pela sua beleza, pela sua atitude, por seus gestos, mas ela atrai e enleva. Não se tem a ideia de se colocar de joelhos, de cair de joelhos quando ela aparece, mas tem-se a vontade de voar até ela, não para lhe pedir algo, mas com um sentimento de reconhecimento e de amor, assim como se quiséssemos lhe dizer: “Mãezinha querida, nós,vossos filhos, sabemos muito bem, que vós nos amais e que quereis nos encher com o seu amor.”

(1) Atualmente eles são 76, espalhados pelo mundo inteiro.

(2) Texto do bulletin de liaison des Enfants de Medjugorje, n°114 (inverno de 2015-2016)

ASSINE NOSSA NEWSLETTER