UM MINUTO COM MARIA

“Eu jamais a vira tão bela!”

No dia 16 de julho de 1858, Bernadete (vidente de Nossa Senhora de Lourdes) sentiu o chamado misterioso da Gruta, mas o acesso a Massabielle foi proibido e fechado, por meio de uma paliçada. Ela estava, então, no outro lado do rio Gave… e viu a Virgem Maria, pela última vez:

Parecia-me estar diante da gruta, na mesma distância em que estava, nas outras vezes, e eu via somente a Virgem… Eu jamais a vira tão bela!

A palavra “Lourdes” evoca curas, milagres, missas e procissões; um considerado lugar da tradição católica. Porém, vale a pena e é aconselhável mergulhar no coração do acontecimento que lhe deu origem e, ao mesmo tempo, recordar o papel que Lourdes desempenhou e ainda desempenha na vida dos cristãos deste país.

Peregrinações diocesanas e nacionais, congressos eucarísticos e marianos, peregrinações de jovens ou idosos, homens, mulheres, movimentos diversos, ex-combatentes e prisioneiros; e, atualmente, “Fé e Luz”, “Lourdes, Câncer e Esperança” etc… A lista é interminável. Observemos, apenas, o gesto de consagração da França a Maria, que ocorreu na gruta de Massabielle, e que é celebrado, todos os anos, a cada 15 de agosto, em memória do ato realizado pelo rei Luís XIII, em 1638, ato que a Basílica de Notre-Dame de Paris guarda memória.

 

 

Infocatho

 

E também em:
Nossa Senhora de Lourdes e Nossa Senhora do Monte Carmelo

 

Adicionar Comentário

Clique aqui para postar seu comentário

PALAVRA DO BISPO

Dom Romualdo

Bispo de Porto Nacional (TO)

Agenda Diocesana

janeiro 2021

dom seg ter qua qui sex sáb
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
  • Núcleo Lux…
27
28
29
30
31
Assine a nossa newsletter

Assine a nossa newsletter

Junte-se à nossa lista de correspondência para receber as últimas notícias e atualizações de nossa equipe.

You have Successfully Subscribed!

Share This