UM MINUTO COM MARIA

Maria pede a paz entre o Oriente e o Ocidente

No dia 26 de maio de 1432, no pequeno vilarejo de Caravaggio, norte da Itália, próximo de Milão e de Veneza, Giovanetta di Pietro Vacchi, filha de camponeses lombardos, mulher simples e piedosa, casada com um homem violento, diz ter visto a Virgem Maria:

“De repente, eu tinha, diante de mim, uma senhora alta, bela e admirável, com o rosto alegre, sereno e gracioso, o aspecto venerável, vestida de azul e com um véu branco” ─ explicou. “A senhora anunciou-se como ‘Nossa Senhora’ e disse: Tenho conseguido afastar do povo cristão os merecidos e iminentes castigos da Divina Justiça, e venho anunciar a Paz”. Nossa Senhora de Caravaggio pede ao povo que volte a fazer penitência, jejue nas sextas-feiras e vá orar na igreja, aos sábados, à tarde, em agradecimento pelos castigos afastados, e pede que uma capela lhe seja erguida. Como sinal da origem divina da aparição e das graças que ali seriam dispensadas, ao lado de onde estavam seus pés, brota uma fonte de água límpida e abundante. Nela, muitos doentes recuperam a saúde.

Nossa Senhora pediu-lhe que rezasse e disse-lhe que viera para a paz entre os homens do Oriente e do Ocidente. Caravaggio passou a ser um célebre lugar de peregrinação na Lombardia.

O Bispo de Cremona aceitou, rapidamente, o pedido de Maria e mandou construir um santuário em sua homenagem. Em 1992 o santuário foi visitado pelo Papa João Paulo II.

Adicionar Comentário

Clique aqui para postar seu comentário

PALAVRA DO BISPO

Dom Romualdo

Bispo de Porto Nacional (TO)

Agenda Diocesana

janeiro 2021

dom seg ter qua qui sex sáb
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
  • Voo: G3 18…
27
28
29
30
31
  • Voo: LH 13…
Assine a nossa newsletter

Assine a nossa newsletter

Junte-se à nossa lista de correspondência para receber as últimas notícias e atualizações de nossa equipe.

You have Successfully Subscribed!

Share This