VATICANO

VATICANO

CNBB

REGIÃO NORTE 3

Nos caminhos do discernimento.

No domingo dia 9 de setembro Dom Romualdo benzeu em Porto Nacional a Casa Missionária dos Filhos e Filhas  Mãe da Misericórdia. Assim podemos entender a iniciativa da Comunidade Missionária de vida e aliança surgiu da  Irmã Teresinha, Amanda, Pe. Marcos Aurélio Costa  e de César e Família. A COMUNIDADE MISSIONÁRIA DE VIDA E ALIANÇA DOS FILHOS E FILHAS MÃE DA DIVINA MISERICÓRDIA, com o seu próprio modo de ser buscará por meio da vida cotidiana revelar por meios de ações concretas a presença da Divina Misericórdia nas diversas situações da vida, seja nos hospitais, na prisão, na educação etc.  tendo como o próprio lema de vida a seguinte frase: Todo ato de amor por menor que seja praticado, resultara na Misericórdia e nela Deus nos sustentará. “Bem-aventurados os misericordiosos, porque eles alcançarão misericórdia” (Mt 5, 7). a liturgia do 23º do Tempo Comum, faz termos a seguinte reflexão: Muitas vezes, na Escritura, se fala da iniciação à fé como se se tratasse de uma cura da nossa surdez e do nosso mutismo. Não é por acaso. A fé, realmente vivida, torna o homem atento à palavra de Deus e o faz proclamá-la; a falta de fé, ao contrário, torna o homem surdo e mudo. Dom Romualdo ressaltou em sua homilia a importância de vivemos a fé nos tempos atuais e confiar na Misericórdia de Deus que nos sustenta. O mundo de hoje está galopando, mas a pergunta existencial permanece: como viver a fé? aos fundadores da comunidade em discernimento com os casais em caminhada desejou uma boa caminhada e permanente amadurecimento na fé vivida.Com tudo Deus seja louvado!

Fonte: Pascom diocesana

ASSINE NOSSA NEWSLETTER