VATICANO

VATICANO

CNBB

REGIÃO NORTE 3

No dia 28 de abril de 2018, a Nicarágua foi consagrada à Virgem Maria!

O culto mariano foi introduzido na Nicarágua em 1522, pelo explorador Gil Gonzalez de Ávila, que amava a Virgem Maria e fazia com que ela fosse amada. Os nativos constataram o poder da intercessão da Mãe de Deus, pois, além de outros benefícios, estavam usufruindo da cura de suas doenças, por exemplo. Os missionários do século XVI transmitiram o rosário e o amor da Imaculada Conceição à população. Passou, então a ser rotina, sempre que duas pessoas se encontravam, de se saudarem da seguinte maneira: Salve, ó Virgem puríssima! ‒ dizia a primeira ‒ e a outra respondia: concebida sem pecado.

Nos anos 80, a luta *sandinista atacava fortemente a Igreja Católica e a primeira visita do Papa João Paulo II, em 1983, enfrentou forte desafio. Porém, a partir de então, o país caminhou para a paz. Quando, em 1996, o papa retornou a Manágua, capital da Nicarágua, ele foi recebido como um grande amigo da nação.

A Imaculada Conceição, cuja devoção teve início na cidade de El Viejo, em Chinadega (cidade a Oeste do país), é, desde muitos séculos, a padroeira da Nicarágua e, recentemente, no dia 28 de abril de 2018, a Igreja Católica da Nicaráguaconsagrou toda a nação à Santíssima Virgem Maria!

Este dia é mais ainda um dia de alegria para o país, pois o feliz acontecimento ocorreu num momento crucial para a paz, na Nicarágua.

*sandinismo ‒ política: conjunto de ideias nacionalistas e anti-imperialistas inspiradas na ação do líder revolucionário nicaraguense César Augusto Sandino.

Nicaragua

ASSINE NOSSA NEWSLETTER