VATICANO

VATICANO

CNBB

REGIÃO NORTE 3

O escapulário como proteção

Antes de entrar para o convento, uma jovem foi ao encontro do Cura d´Ars (França), para fazer uma confissão geral. Durante a confissão, o santo sacerdote disse-lhe:

– Você deve se lembrar de um certo baile, do qual você participou há pouco tempo. Neste baile, você conheceu um jovem charmoso, de maneiras distintas, desconhecido por todos os presentes e que estava sendo disputado por todas as moças.

– Sim, eu me lembro disso!

– E você queria que ele a tivesse convidado para dançar, mas ele nunca a convidou, preferindo as outras mocinhas, o que a deixou com ciúmes.

– É verdade, Padre…

– E você, provavelmente, se lembra de que, quando ele foi embora, você viu sob seus pés duas chamas azuis, que você achou que aquilo era apenas ilusão…

– Isso mesmo, Padre.

– Bem, minha filha, aquele jovem era um demônio. E você sabe por que ele não a convidou para dançar? Por causa do escapulário que você tinha sobre o peito e que, por devoção a Maria, você o mantinha como proteção.

Segundo Le chapelet des enfants (O terço das crianças)

ASSINE NOSSA NEWSLETTER