VATICANO

VATICANO

CNBB

REGIÃO NORTE 3

Paróquia de Nossa Senhora da Conceição, em Gurupi, realiza mais um retiro espiritual com os Ministros Extraordinários da Sagrada Comunhão.

Aconteceu no último fim de semana de setembro (29 e 30) o retiro espiritual com os Ministros Extraordinários da Sagrada Comunhão da Paróquia de Nossa Senhora da Conceição, Gurupi – TO. Veteranos e também os novos ministros extraordinários, que serão investidos da função em breve, estiveram na companhia do missionário César Evangelista e do pároco Pe. Luiz Antônio Guimarães, onde puderam, nos dois dias de retiro, mergulhar em diversas reflexões acerca deste ministério extraordinário da Igreja. Para Evangelista, é preciso antes de tudo “esvaziar-se de nós mesmos”, para que possamos contemplar a paixão de Cristo, olhar para a Cruz e encontrar um Deus que se esvaziou de ser Deus. Durante este módulo da formação refletiu-se sobe o papel do Ministro Extraordinário da Sagrada Comunhão, da Palavra e das Exéquias na Igreja.

O retiro foi marcado, também, por momentos de oração, vigília em adoração ao Santíssimo durante a madrugada, além de momentos de interação entre os ministros. Ser ministro extraordinário da Sagrada Comunhão é colaborar diretamente com o padre, a serviço da Igreja e seus ministérios; é obedecer ao padre, que representa o Bispo naquela paróquia; é buscar a espiritualidade, além da oração; é colocar Cristo como centro da vida; é deixar-se ser amassado, como barro, pelas mãos do oleiro; é diminuir-se para que Cristo cresça; é entender que missa é missa, celebração é celebração; é trabalhar com Deus.

 Créditos: Igor Costa e Iron Júnior; Pastoral da Comunicação – PASCOM; Paróquia de Nossa Senhora da Conceição; Pároco: Pe. Luiz Antônio Guimarães; Gurupi – TO.

ASSINE NOSSA NEWSLETTER