UM MINUTO COM MARIA

Quando Maria aparece a um Huguenote*

Reagindo à carta do pastor protestante Michel Leplay, que, no jornal francês La Croix (A Cruz) de 22 de março de 2018, concluía suas poucas palavras, dizendo: “E, que eu saiba, Maria jamais apareceu a um protestante…”, um leitor escreveu como resposta, no mesmo jornal:

“Permito-me acrescentar: Ela não apareceu a nenhum protestante a não ser numa aldeiazinha chamada Notre-Dame-de-l’Osier, em Isère (França). Efetivamente, em março de 1657, a Virgem Maria apareceu a um huguenote, chamado Pierre Port-Combet, que havia sofridoalguns ‘infortúnios’, oito anos passados, com um salgueiro-branco, que passou a derramar sangue, quando ele o talhou, no dia 25 de março de 1640, dia santo mariano.

Pierre, como bom protestante, mostrou profundo ceticismo quanto a este acontecimento, mesmo diante da “Bela Senhora” que lhe aparecia e que o desconcertou, anunciando a sua morte que se aproximava. Tocado, o protestante aceitou receber os sacramentos da Igreja católica, quando estava no leito de morte.

Temos aqui, então claramente, uma aparição de Nossa Senhora a um protestante, reconhecida pela igreja católica.

* seguidor do protestantismo, esp. aquele de orientação calvinista, que foi assim denominado pelos católicos franceses durante os sXVI e XVII

Adicionar Comentário

Clique aqui para postar seu comentário

PALAVRA DO BISPO

Dom Romualdo

Bispo de Porto Nacional (TO)

Agenda Diocesana

novembro 2021

dom seg ter qua qui sex sáb
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
  • Norte3
16
17
18
19
20
  • Novos mini…
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30

FACEBOOK

Assine a nossa newsletter

Assine a nossa newsletter

Junte-se à nossa lista de correspondência para receber as últimas notícias e atualizações de nossa equipe.

You have Successfully Subscribed!

Share This