UM MINUTO COM MARIA

Um retrato da Virgem Maria “não produzido por mãos humanas”

No dia 17 de janeiro de 1797, no Tirol (Áustria), entre 15h e 16h, uma jovem de 18 anos, Rosina Bucher, que morava na pequena cidade de Absam, viu um retrato da Virgem Maria sobre uma janela, no andar térreo da casa de seus pais.

Submetida a um exame minucioso, pelas autoridades científicas, a imagem foi declarada como não tendo qualquer vestígio de influência externa ou qualquer diferença na natureza da sua superfície de vidro liso. Sobre o vidro, é possível remover o desenho, ao ser lavado, mas a imagem logo reaparece, assim que o vidro começa a se embaçar. Substâncias químicas não conseguiram apagar o retrato permanentemente.

A população transferiu o ícone para a igreja paroquial da aldeia, Saint-Michel, que se tornou a mais importante igreja de peregrinação mariana no Tirol, e foi elevada à categoria de Basílica, no ano 2000, pelo Papa João Paulo II.

O retrato lembra menos uma foto do que uma gravura sobre madeira expressionista, em preto e branco. Enquanto, no caso de Nossa Senhora de Guadalupe, o manto cobre os cabelos separados por uma risca, um duplo véu envolve a cabeça da Virgem Maria de Absam. Seu manto está envolto por raios de sol; e o véu, por uma auréola luminosa.

Adicionar Comentário

Clique aqui para postar seu comentário

PALAVRA DO BISPO

Dom Romualdo

Bispo de Porto Nacional (TO)

Agenda Diocesana

julho 2021

dom seg ter qua qui sex sáb
1
2
  • Presbitera…
3
4
5
6
7
8
9
  • Ordenação …
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31

FACEBOOK

Assine a nossa newsletter

Assine a nossa newsletter

Junte-se à nossa lista de correspondência para receber as últimas notícias e atualizações de nossa equipe.

You have Successfully Subscribed!

Share This