UM MINUTO COM MARIA

Uma Senhora de branco me susteve, à beira do Inferno

Nos anos 1930, no Brasil, um franco-maçom estava para morrer. Sua comitiva o vigiava de perto, para impedir que um padre pudesse entrar para lhe dar a extrema-unção. Um sacerdote tentou visitar o moribundo, três vezes, mas foi escorraçado sem que o enfermo soubesse.

Entretanto, o enfermo piorava, cada vez mais, chegando a perder a consciência. Pensaram que ele havia morrido, quando, subitamente, ele levantou e gritou, ameaçando a assistência:

“Miseráveis! Sim, certamente, o inferno existe! E eu estava quase mergulhando nele, quando uma Senhora envolta em luz, me susteve à sua borda, para que eu tivesse um pouco de tempo mais, afim de me confessar!”

Em seguida, dirigindo-se ao irmão e à esposa, prosseguiu:

“Miseráveis! Foram vocês dois que impediram que um sacerdote viesse ao meu encontro, objetivando fechar a porta do inferno e abrir a porta do Céu para mim! ─ Saiba, meu irmão, que você não é o mestre desta casa! Que minha esposa vá depressa procurar um padre! Eu quero me confessar.”

Ele se confessou na alegria e deu o seu último suspiro.

Trecho de uma carta do Padre E. Mauran, Franciscano

Segundo Le chapelet des enfants (O terço das crianças)

Adicionar Comentário

Clique aqui para postar seu comentário

PALAVRA DO BISPO

Dom Romualdo

Bispo de Porto Nacional (TO)

Agenda Diocesana

agosto 2021

dom seg ter qua qui sex sáb
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
  • Ministros
22
23
24
  • Norte3
25
26
  • Dentista
27
28
29
30
31

FACEBOOK

Assine a nossa newsletter

Assine a nossa newsletter

Junte-se à nossa lista de correspondência para receber as últimas notícias e atualizações de nossa equipe.

You have Successfully Subscribed!

Share This